Ajude o PAU a crescer. Divulgue no TT!

terça-feira, 26 de julho de 2011

Sou louca...



Já não é novidade, eu sei... Sou assim desde que nasci.

Sou louca porque não me conformo com o óbvio e vivo caçando nas estrelas o que não encontro na terra. 

#

Dou asas às nuvens, já que no plano da realidade pouco há de consistente a se aproveitar...

Tenho meus momentos lúcidos, também. São poucos, mas existem... 

#


A sanidade passa pela esquina da minha casa e vira à esquerda, antes que adentre o cérebro com mais força. 

Eu não seria feliz desse modo!

#


E confesso: não tenho a menor intenção de parecer certinha... 

Sei que demonstro ser muito melhor do que sou realmente, e isso me incomoda um tanto... 

#
 
Talvez, se eu me dispusesse com mais imperfeições para o mundo, exigiria muito menos de mim mesma...

Mas, enquanto isso, sigo simplesmente alimentando loucuras e visando um norte inadequado para os meus delírios... 

É somente lá que eles cabem e conseguem viver!

#

Sou louca por sobrevivência, intensa por natureza e equilibrista por excesso de opções.

12 comentários:

  1. Ah meu Deus!! É... quase isso aí...
    A diferença talvez seja que, a minha "loucura" é, sem dúvida, o melhor de mim.
    Os lados sérios que me permeiam, não encantam, apenas dão sobrevida. Não vejo a menor graça na vida "correta", essa sim, me parece a maior loucura, um baile de máscaras dos mais bizarros.

    Minha amiga linda... Obrigada por lembrar de mim e me descrever quase com precisão. Precisa me sentir, ver ao vivo e vai ver esse quadro mudar...

    A loucura, é um furacão fingindo que é mulher...rsrsrs.

    Amo você, boneca. Amei o texto!

    ResponderExcluir
  2. A razão nos impoe
    A sanidade aconselha
    Mas os sonhos que temos guardados
    São segredos que a realidade não pode nos tirar.

    Lindo texto tatinha
    bjos querida

    ResponderExcluir
  3. A sanidade da loucura!
    Doente seria o mundo sem loucuras
    confessas.
    Rasuras não o co-movem!

    ResponderExcluir
  4. Uma boa loucura...AINDA não voltei...faltam poucos dias, mas sempre que dá, passo,rsr beijos,chica

    ResponderExcluir
  5. "Sou louca por sobrevivência, intensa por natureza e equilibrista por excesso de opções."



    A M E I !!!
    ameiiiiiiiiiiiiiiiiiii

    ResponderExcluir
  6. Se você tem essa loucura não sei, mas que você é maravilhosa isso eu sei!!
    E é essa loucura que a faz ser essa poeta brilhante.
    Bj

    ResponderExcluir
  7. Jasmin.. Não é novidade que adoro seus escritos. Adooooreeeii de novo! rs

    Minha loucura me preenche de enganos, me liberta dos medos, me faz ser quem sou.

    Acho quase uma ofensa ser considerada normal, sou louca porque a loucura não sabe fingir, sou louca porque não sei ser nada além de mim.

    E quando sou louca é quando estou mais sóbria e consciente de tudo que existe aqui, dentro e emprenhado em cada pedacinho do meu ser.

    Cortejo a loucura para manter minha sanidade e assim eu sou feliz.

    Parabéns minha flor.. Beijokas sem fim!

    ResponderExcluir
  8. Pois que eu seja diagnosticado um louco,
    Sanidade é coisa pra poucos.

    Santos, poetas e médicos. Todos somos um pouco loucos.

    Um beijo enorme e vem que estou esperando por você no Alma!

    ResponderExcluir
  9. Todo dia, os normais passam correndo e esbarrando nos loucos, que insistem em andar devagar, apreciando o céu diurno e comentando sobre os brilho das estrelas.

    Um noite recheada de loucuras, bjs!

    ResponderExcluir
  10. Tem selinho pra vc no meu Blog (:

    Beijoos!!

    http://pathyoliver.blogspot.com/2011/08/600-seguidores.html

    ResponderExcluir
  11. "...e que a minha loucura seja perdoada..."

    ResponderExcluir
  12. Eu sempre tive um pouco de medo de quem se diz muito normal e equilibrado...

    Prefiro os loucos, os equilibristas!

    Basta dar uma olhada na rua e pensar... Aquela pessoa que vai com passos uniformes e precisos, porte elegante e bem cuidado... E aquela outra, que passa rindo sozinha, como se estivesse pensando em algo ou alguém muito especial... quem será mais feliz, hein...

    Eu não tenho a menor dúvida!

    ^^

    Lindo texto, como você!

    Beijos!

    ResponderExcluir

Comentacomentacomentacomenta!