Ajude o PAU a crescer. Divulgue no TT!

domingo, 5 de junho de 2011

Liberta...



Na manhã seguinte, recolhi cada pedacinho de mim jogado pelo chão.
O banho – demorado – não apagou as marcas da noite mal dormida.
O vestido – leve – desceu sobre meu corpo, ajustando-se às curvas e contrastando com a minha alma, que amanheceu pesada e sombria.
A maquiagem – cuidadosa – não disfarçou as olheiras nem os olhos inchados e vermelhos.
A mente – confusa – pensou ter ouvido o telefone tocar, como acontecia todos os dias, nessa hora da manhã.
Que ilusão: não havia nenhuma chamada!
O desejo – traiçoeiro – me fez pensar em teclar seu número.
“Só mais uma vez... Só para ouvir o som da voz mais um pouquinho”, algo sussurrava dentro de mim.
Em vez disso, abri a porta e deixei o calor do sol me inundar.
Sentindo o frescor da brisa que bagunçava meus cabelos, saí de casa – resoluta – e fui viver o primeiro dia do resto da minha vida sem você.


7 comentários:

  1. O que dizer? LINDO!!! beijos,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  2. Helinha, querida...

    O momento de dizer adeus ou de se despedir é, quase sempre, doloroso...

    Deixa marcas e provoca certo sofrimento, afinal, toda uma história precisa ser deixada um pouco de lado para iniciar uma nova jornada!

    Mas, como você bem disse nesse lindo texto, que bom que existe o sol para inundar nossas vidas com alegria... fazendo-nos entender que tudo pode melhorar!

    Viva a liberdade, sempre... viva o libertar-se!

    Amei, amei demais... Tudo que eu precisava ler hoje!

    Um beijo grande, com carinho!!
    Já estava com saudade sua por aqui...

    ResponderExcluir
  3. Flor
    Que bom que você voltou....
    Expressando belas palavras e sentimentos íntimos
    neste devanear cativante. Lindo Post. Lindos Pensamentos. Lindo recomeçar de vida.
    Volta mais e recomeça nos escritos aqui neste canto
    do Well,
    da Tati,
    da Kel
    e seu.
    Bjusss
    Sil

    ResponderExcluir
  4. Liberdade é vida. Estar preso apenas se por vontade própria. Amor é corrente e chave. Sabedoria é usá-lo corretamente.

    Viver é libertar-se da história imposta, escrevendo a própria.

    Beijo, abraço e aperto de mão!

    ResponderExcluir
  5. Nossa, PERFEITO!!!! Pena que muitos de nós não temos essa coragem de seguir em frente, preferido mergulhar no mar de lamentações.
    Adorei, muito intenso!
    Bju grande!!!

    ResponderExcluir
  6. Tem selinho pra vc no meu Blog (:

    Beijoos!!

    http://pathyoliver.blogspot.com/2011/06/selinho-comemorativo-400-seguidores.html

    ResponderExcluir
  7. Tem selinho pra vc no meu Blog (:

    Beijoos!!

    http://pathyoliver.blogspot.com/2011/06/selinho-comemorativo-400-seguidores.html

    ResponderExcluir

Comentacomentacomentacomenta!